Memória Humana: Teoria Avaliação e Aspectos Clínicos

Ano: 
2003
Código: 
MP017
Carga Horária: 
60
Créditos: 
4
Linha de pesquisa: 
Psicologia da Saúde
Objetivo: 

Ao final do curso o aluno será capaz de:

- Identificar o desenvolvimento dos estudos sobre memória humana do ponto de vista da psicologia cognitiva, os modelos e teorias;
- Identificar as bases biológicas da memória com vistas à compreensão dos aspectos neuropsicológicos presentes nos distúrbios de memória;
- Identificar as possibilidades de compreensão da memória enquanto estrutura e função e suas aplicações em contextos naturais;
- Reconhecer os processos de memória normais e patológicos, com ênfase nos aspectos do envelhecimento normal e patológico;
- Desenvolver atividades práticas que possam auxiliar o idoso na melhora de suas funções mnemônicas.

Ementa: 

Teorias e modelos de memória humana: desenvolvimento histórico, métodos de investigação e aplicações práticas; neuropsicologia da memória.

Programa: 

- Bases biológicas da memória - Modelos e teorias de memória humana do ponto de vista da psicologia cognitiva - Neuropsicologia da memória - Memória e revisão de vida na velhice - O processo de envelhecimento e as manifestações normais e patológicas da memória. - Desenvolvimento de exercícios e materiais para estimular a memória do idoso.

Bibliografia: 

BADDELEY, A . D. Working memory. Oxford: Oxford University Press, 1986.

BADDELEY, A . D. Human memory: Theory and practice. Hove (UK): Lawrence Erlbaum Ass. Ltd., 1990.

BADDELEY, A . D. Working memory: The interface between memory and cognition. In D. L. Schacter & E. Tulving (Eds.). Memory systems 1994. Cambridge, Mass.: MIT Press, 1994. 

BARROS, M. M. L. (org.). Velhice ou Terceira idade? Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 1998.

BARTLETT, F.C. Remembering: A study in experimental and social psychology. New York: Cambridge University Press, 1995. (original publicado em 1932).

BOSI, E. Memória e sociedade - Lembranças de velhos. São Paulo: T. A. Queiroz; Editora da Universidade de São Paulo, 1987. 

COHEN, G. Memory in the real world. Hove (UK): Psychology Press, 1996.

COLLINS, A . F., GATHERCOLE, S. E., CONWAY, M. A . & MORRIS, P. E. Theories of memory. Hove (UK): Lawrence Erlbaum Ass. Ltd., 1994.

DSM IV - Manual diagnóstico e Estatísticos de Transtornos Mentais. Trad. Dayse Batista. Porto Alegre . Artes Médicas, 1995. 

EYSENCK, M. & KEANE, M.T. Psicologia cognitiva: Um manual introdutório. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.

GIGLIO, J.S. Memória onírica. As faces da memória (col. Seminários 2). Centro de memória da UNICAMP, p. 85-94.

IZQUIERDO, I. Memória. Porto Alegre: Artmed, 2002. 

KENSKI, V.M. Memória e prática docente. As faces da memória (col. Seminários 2). Centro de memória da UNICAMP, p. 101-114.

KOLB,B. & WHISHAW, I. Q. Fundaments of human neuropsychology ( 3 rd ed.). New York: Freeman, 1990.

NEISSER, U. Memory observed: Remembering in natural contexts. New York: W. H.: Freeman and Company, 1982.

MENESES, A.B. Memória: matéria de mimese. As faces da memória (col. Seminários 2). Centro de memória da UNICAMP, p. 11-24.

MORLEY, J. E.; COE, R. M.; STRONG, R.; GROSSBERG, G. T. (ed.). A memória e os distúrbios ligados à idade. São Paulo: Organização Andrei Editora, 1997.

PARKIN, A . J. Memory: Phenomena, experiment and theory. Oxford: Blackwell, 1995.

PY, L. Testemunhas vivas da história. Rio de Janeiro: Ed. Científica Nacional, 1996.

SCHACTER, D.L. Searching for memory: The brain, the mind, and the past. New York: Basic Books, 1996.

STERNBERG, R.J. Psicologia cognitiva. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

Artigos diversos publicados em periódicos científicos